Historia do Lobisomem

APL 94

Certa rapariga tinha o hábito de fiar, à noite, sempre na soleira da porta, como forma de poupar o azeite da candeia. O seu namorado não gostava, dizia-lhe sempre que era melhor fiar dentro de casa.
 Um dia quando a moça fiava apareceu um cavalo branco e enorme, cheio de chocalhos, sempre a fazer barulho e a correr, atirou-se a ela e mordendo-a e rasgando-lhe as roupas, desapareceu em seguida. A rapariga recolheu-se tenebrosa e na noite seguinte, ficou em casa a fiar.
 Quando chegou o namorado quis saber porque estava ela em casa, a rapariga contou-lhe à que se passara e ele riu-se, vendo a moça que ele tinha fios do seu vestido entre os dentes…

Fonte Biblio BARRETO, Kalidás Monografia do Concelho de Castanheira de Pera Castanheira de Pera, Câmara Municipal de C. Pera, 2001 , p.254

Place of collection Castanheira De Pêra, CASTANHEIRA DE PÊRA, LEIRIA

ColectorKalidás Barreto (M)

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaSome Belief

Classifications