História do rio Mondego

APL 1049

Era uma vez uma princesa que se chamava Esmeralda e um príncipe cavaleiro que se chamava Diego. Ambos estavam apaixonados e viviam um amor sereno até ao dia em que o Rei descobriu. Não ficou muito satisfeito e prometeu a si mesmo separar o casal. O pretexto surgiu inesperadamente: o reino entrou em guerra e o rei convocou todos os cavaleiros para a defesa dos seus domínios. Diego, corajoso como era, juntou-se a todos os outros cavaleiros e partiu sem saber se regressaria, deixando a sua amada inconsolável e o rei satisfeito.
Enquanto se encontrou ausente, Esmeralda passava os dias a sofrer e, enquanto chorava pelo seu amado, chamava gritando: Mon Diego!
De tantas lágrimas choradas, formou-se um rio ao qual se deu o nome da pessoa por quem ela chamava. Por isso mesmo o rio ainda hoje se chama Mondego.

Fonte Biblio AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.L20

Ano2002

Place of collection-, GUIMARÃES, BRAGA

ColectorAna Matos Pereira (F)

InformanteFlorinda Fernandes (F), 88 y.o., - (GUIMARÃES) BRAGA,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications