Lenda da Máquina de Costura

APL 2383

Da costureira não sei bem contar, sei que ela estava, esteve muito doente dos pulmões e prometeu, fez uma promessa, uma promessa que se cura se, tipo que se cura se que oferecia a máquina e depois comprava outra porque ficava boa e assim foi, ela ficou curada e não cumpriu com a promessa, não cumpriu com a promessa e passado um tempo morreu. Morreu e então as pessoas onde ela viveu, na casa onde é que ela vivia quando iam para lá ouviam uma máquina “tic tic tic” e as pessoas tinham medo de habitar aquela casa e então ficou a lenda, lenda e havia outra… da máquina de costura.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2007

Place of collection Olhão, OLHÃO, FARO

ColectorPatrícia Nascimento (F)

InformanteMaria Manuela Alexandre (F), 70 y.o., born at Olhão (OLHÃO) FARO,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications