Lenda da Quinta do Rato

APL 769

Consta que certo dia, a locatária da Quinta da Rato [em Sendim] resolveu cozer o pão e terá porventura avisado a forneira da sua intenção, mas qual não foi o seu espanto quando altas horas da noite ouviu uma voz a mandá-la amassar.
 Intrigada pela ordem recebida àquela hora, não obedeceu e no dia seguinte mandou procurar à governanta do forno por que motivo a tinha mandado amassar altas horas da noite. Respondeu-lhe esta que não tinha sido ela. Na próxima noite, a mulher ouviu uma grande gargalhada e a mesma voz a dizer-lhe:
 — Enganei-te! Bem feito! Bem feito! Bem feito!

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre Património Imaterial do Douro - Narrações Orais (contos, lendas, mitos) Vol. 1 Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2007 , p.172

Ano2004

Place of collection Sendim, TABUAÇO, VISEU

InformanteIlídio Coelho (M),

Narrativa

When XXI Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications