Lenda da Senhora da Ribeira

APL 292

Diz a lenda que junto à margem direita do Rio Mondego, em terras pertencentes à freguesia de Parada, havia um penedo onde se dizia ter aparecido a Sª da Ribeira.
 Fervorosamente hospitaleira, a população de Sevilha (localidade do concelho de Tábua e situada na outra margem do rio) levou-a para a sua terra. Mas, a Imagem voltava a aparecer no referido penedo. Como esta situação se verificou mais de que uma vez o povo de Parada fez-lhe uma capelinha e lá colocou a sua imagem (*).
 O penedo onde se diz ter aparecido a Sª da Ribeira situava-se em terras de um indivíduo que residia nos Estados Unidos da América que, ao regressar, resolveu distraí-lo para proteger as culturas que naquelas terras eram praticadas e para proteger uns moinhos existentes no local.
 Os pedreiros contratados para a obra apelaram ao dono do terreno que não rebentasse o penedo, visto ter sido o local de aparição de Nossa Senhora. Não atribuindo a menor importância ao que lhe diziam mandou retirar toda a pedra, do penedo, de que necessitava. Contudo, não conseguiu fazer o muro, porquanto, em pleno Verão e inacreditavelmente as águas lhe levaram tudo.

(*) - Esta imagem encontra-se actualmente na Igreja de Parada, devido à construção da Barragem da Aguieira.

Fonte Biblio ALVES, Maria da Piedade Lopes Memória e Tradições Carregal do Sal, DREC - CAEV coord. concelhia de Carregal do Sal, 1995 , p.33

Place of collection Parada, CARREGAL DO SAL, VISEU

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications