Lenda da Senhora dos Remédios (1)

APL 1100

Diz-se que a Senhora dos Remédios qu’ apareceu cá no alto do monte e depois começaram a pensar em fazer uma ermida ali, pensaram em fazer uma ermida. E segundo dizem fizeram a ermida mas a Senhora apareceu cá em baixo onde fizeram novamente a capela. Havia ali um regato e os pastores andavam ali a pastar gado. Uma das miúdas trazia uma doença nos olhos. Trazia uma doença nos olhos e a mãe, coitada, fartava-se de lavar e fartava-se de fazer isto e fazer aquilo e fervia malvas e fazia, como digo, fazia muitas coisas e não havia meios de a miúda se curar. Um dia a miúda foram para lá, foram para lá e que lhes apareceu lá uma imagem de uma Senhora e que lhe disse:
 - O que tens tu minha menina, nos olhos?
 - Eu num sei. A minha mãe farta-se de lavar, farta-se de lavar e num há meios de se curar isto.
 - Olha menina, vai ali a lavar-te naquele regatozinho. Lava-te ali naquele regatozinho.
 E a miúda foi lavar-se. Foi lá lavar-se e quando foi à nôte a miúda num tinha nada nos olhos. A mãe muito admirada procurou à menina:
 - Atão filha o que é que... os teus olhos já estão bons?!
 - Olhe mãe, apareceu-me lá uma Senhora e disse-me para eu me lavar lá no regato. Num regato que havia ali e eu lavei lá.
 - Atão e agora já não tens nada nos olhos?!
 - Não, já estão os olhos ... já estão bons.
 No outro dia a miúda tomou lá a lavar-se, tomou a lavar-se lá no regato e a miúda curou-se. Começou-se a falar.
 Ai a miúda de fulana, a miúda de fulana está já está boa e foi isto e foi aquilo e foi uma Senhora que lh’ apareceu. E que disse qu’ ela que... para s’ela lavar lá no regato. Que... E a miúda curou-se. E daí vem a lenda da Senhora dos Remédios. Curou a miúda e fizeram então a capela ali nesse sítio e a água mesmo lá dentro da capela, da ermida. A miúda continuaram lá com o gado, mas fizeram a capela naquele sítio, mas o povo não a queria lá, o povo queria qu’ a capela fosse cá em cima onde estão as casas do Dr. João, no Monte da Senhora dos Remédios, O Monte é do Dr. João.

Fonte Biblio HENRIQUES, Francisco Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , p.263-264

Ano1991

Place of collection Perais, VILA VELHA DE RÓDÃO, CASTELO BRANCO

ColectorJoão Carlos Caninas (M)

InformanteMaria Pires Honrado (F), Perais (VILA VELHA DE RÓDÃO) CASTELO BRANCO,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications