Lenda das esmolas roubadas

APL 162

Há alguns anos atrás, nesta mesma freguesia de S. Sebastião da Giesteira, existia e ainda existe, um homem que roubava as esmolas doadas à igreja. Passados um ou dois dias, esse homem ficou com feridas nas mãos e nos pés, como se tivesse sido pregado na cruz, como Jesus.
 O seu irmão, que também é vivo, disse-lhe para ele repor as esmolas roubadas, que as feridas desapareceriam.
 Ele assim fez e as feridas, tal como o irmão lhe dissera, desapareceram. A partir daí ele nunca mais roubou e voltou a ser um homem normal.

Fonte Biblio AA. VV., - Lendas e Tradições Évora, EBM's de Guadalupe, S. Sebastião da Giesteira e Valverde, 1999 , p.13

Place of collection São Sebastião Da Giesteira, ÉVORA, ÉVORA

InformanteMariana Caixeiro (F), 76 y.o., São Sebastião Da Giesteira (ÉVORA) ÉVORA,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications