Lenda de Mão-pelo-Cão

APL 431

Há uma lenda muito antiga acerca de uma povoação que fica a uns três quilómetros da cidade de Estremoz.
 Conta-se que dois vizinhos andavam zangados um com o outro. Um deles tinha um cão muito grande e o outro tinha um rebanho de ovelhas.
 Certo dia o cão foi ao rebanho e comeu um cordeiro. O dono do rebanho viu-o, correu com o pau e matou o cão.
 Passado algum tempo, o dono do cão soube que o vizinho lhe tinha morto o cão, foi com um machado e cortou uma mão ao dono do rebanho.
 O homem que ficou sem a mão foi dizendo:
 - “Dei a mão pelo cão”.
 Assim aquela povoação se ficou chamando Mão-pelo-cão… e com o andar dos tempos ficou com o nome de Mãoporcão… ou Mão-pelo-cão.

Fonte Biblio S/A, . Lendas e Outras Histórias Estremoz, Escola Porfissional da Região Alentejo / Núcleo de Dinamização Cultural de Estremoz, 1995 , p.53-54

Place of collection São Lourenço De Mamporcão, ESTREMOZ, ÉVORA

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications