[Lenda de S. Martinho]

APL 2048

Havia a muitos anos um soldado rico que a cavalo fazia as suas rondas pela cidade, para ver se estava tudo em ordem, uma vez por alturas de Novembro saiu como de costume debaixo de uma chuva miudinha e fria. No caminho apareceu-lhe um velho pobre e quase nu a pedir esmola. Martinho, era assim que se chamava o cavaleiro, não tendo à mão nada que lhe dar tirou a capa que levava aos ombros e com a espada cortou-a ao meio, cobrindo com a outra metade os ombros regelados do mendigo e seguiu o seu caminho. Não ia ainda muito longe quando sem mais nem menos a chuva parou e um sol bonito raiou e por isso que ainda hoje por alturas do são Martinho um sol radioso costuma aparecer, e que o povo chama de verão de São Martinho.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2005

Place of collection-, PORTO, PORTO

ColectorLiliane Gonçalves (F)

InformanteSérgio Matias (M), 33 y.o., born at - (PORTO) PORTO,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications