Lenda de Santo António

APL 194

Quando Santo António, andava pelo mundo, passou por estas bandas, isto segundo a lenda. Havia uma moça que tinha casado com um homem muito mais velho do que ela. Ora aconteceu que essa moça teve um filho dele. O homem não aceitava a criança, dizendo que não era filho dele.
 A moça passava os dias a chorar, com o desgosto de não ver a criança aperfilhada.
 Santo António passou pela casa da rapariga e, ouvindo o choro, entrou e foi ver o que se passava. A moça contou-lhe tudo e logo o santo quis ajudar a resolver o problema.
 O santo disse-lhe que voltaria no dia seguinte e recomendou-lhe que deitasse o menino no berço, com o pai de um lado do mesmo berço e a mãe do outro. E que seria a própria criança a dizer quem era o pai.
 Ela assim resolveu fazer, incrédula no entanto, pois o menino só tinha um mês e ela não acreditava que ele conseguisse falar.
 No dia seguinte, Santo António voltou à casa e dirigiu-se ao bebé dizendo-lhe:
 — Levanta-te, aponta com o dedo e diz quem é o teu pai!...
 A criança, levantou-se e apontando na direcção do homem, chamou-lhe pai.
 Só assim o homem acreditou que era na verdade, o pai da criança.
 O santo recomendou ao homem que fosse fiel a sua mulher e a seu filho, pois a verdade morava naquela casa.

Fonte Biblio GONÇALVES, António J. Monografia da Vila de Almodôvar Almodôvar, Associação Cultural e Desportiva da Juventude Almodovarense, s/d , p.124

Place of collection Almodôvar, ALMODÔVAR, BEJA

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications