Lenda do Corpo Santo Avinhó

APL 252

Os cemitérios foram sempre locais de mistério. O cemitério velho de Avinhó, junto à própria igreja, também não foge à regra.
 Diz a lenda popular, que qualquer cão raivoso que apareça nessa aldeia, corre apressadamente para o adro da igreja sem fazer mal a ninguém, devido a estar ali sepultado um servo de Deus, “Corpo Santo”, no dizer do povo. A confirmar este facto diz-se que é devido ao bom e suave cheiro exalado do cemitério em qualquer época do ano, atribuído ao Corpo Santo.
 Também, relacionado com Avinhó, narra ainda a lenda a existência de uma moura encantada no sítio do Múrio, termo desta pitoresca aldeia.

Fonte Biblio ROSÁRIO, Serafim do Terras de Vimioso: Retalhos de Literatura Oral [Vimioso], sem editora, s/d , p.95

Place of collection Matela, VIMIOSO, BRAGANÇA

ColectorJacinta de Fátima Quina Afonso (F)

Narrativa

When XXI Century,

CrençaSome Belief

Classifications