“Lenda do fantasma que pede boleia” (versão 1)

APL 2075

       Era uma rapariga que ia… eu presenciei o acidente dela… e então aquilo que me contaram foi que ela aparecia a pedir boleia. E dirigia-se para o local do acidente dela e então quando passavam por lá ela, (estava frio), tinha frio e pedia um casaco emprestado. E quando chegava perto do local onde ela tinha tido o acidente, dizia assim: “cuidado que aí foi onde eu tive o acidente”. E a pessoa que ia a conduzir, ou quem ia dentro do carro, olhava e ela tinha desaparecido, e entretanto, no dia a seguir aparecia o casaco dessa pessoa que o tinha emprestado em cima da campa dela.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2006

Place of collection Boliqueime, LOULÉ, FARO

ColectorAna Raquel Silva (F) (19 y.o.)

InformanteCristina Adrião Cruz (F), 30 y.o., born at Boliqueime (LOULÉ) FARO,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications