Lenda do Menino dos Olhos Grandes

APL 2386

Aqui há muitos anos as fábricas trabalhavam de noite, de conserva, porque os barcos chegavam de noite e as mulheres tinham que ir trabalhar. Havia a descarga do peixe e então o que é que acontece: elas já conheciam o apito da fábrica e então saiam, fosse ás 2 fosse ás 3 ou ás 4, e saiam para ir trabalhar. E então, numa ocasião, uma senhora passou ali ao pé da pastelaria Biju, que era uma já há muitos anos ali, aqui ao canto ao pé da igreja, e ela viu um menino a chorar. “Ai Meu Deus, mas esta criança aqui a esta hora a chorar, o que é que se passa?!” E então diz que pegou ao colo, pegou ao colo e conforme pegou ia se tornando muito pesado, muito pesado... Ela pega muito assustada e atira-o para o chão. Atirou e desapareceu. É a história do menino dos olhos grandes.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2007

Place of collection Olhão, OLHÃO, FARO

ColectorPatrícia Nascimento (F)

InformanteMaria Manuela Alexandre (F), 70 y.o., born at Olhão (OLHÃO) FARO,

Narrativa

When XX Century,

CrençaConvinced Disbelief

Classifications