Lenda sobre o povo de Guimarães

APL 2647

Quando Portugal, no reinado de D. João I foi para a batalha de libertação de Ceuta e Tânger. Quando os portugueses foram para lá e depois houve uma parte dos portugueses que viraram as costas, tiveram medo e queriam regressar para trás. E então uma outra parte, que era a parte de Guimarães, fez a parte deles, que pertencia a Guimarães, a defesa deles, e depois a parte daqueles que se refugiaram, que não se quiseram bater. E ai ficou assim, olha, o Guimarães de duas faces, porque bateu-se por dois partes de terreno que os outros tinham abandonado e que os outros depois, mais tarde, foram castigados pelo rei de Portugal. Quer dizer que o Guimarães chama-se de duas caras não é por ser traiçoeiro, não é por falar pela frente uma coisa e por trás dizer a outra, mas sim por causa da batalha da Ceuta.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2010

Place of collection-, GUIMARÃES, BRAGA

ColectorEkaterina Komleva (F)

InformanteFernando Lopes (M),

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications