Lendas Mouriscas

APL 3192

No cabeço de Turquel, a Este, próximo da Serra dos Candeeiros, conta-se que iam amiudadamente duas jovens pastoras com os seus rebanhos, e lhe aparecia uma moura encantada que lhes pedia que trouxessem bolos sem sal (outros diziam ázimo ou bilhas de leite) sendo satisfeita prontamente. Grata pelas provas de estima, a moura doou a cada uma delas um vaso de barro cuidadosamente tapado e recomendou-lhes que não o abrissem senão no fim de 3 luas passadas.
    Uma delas não se conteve e, destapando o seu vaso, deparou com terra (outra versão diz carvão). Aquela que dominou a sua curiosidade abriu oportunamente o vaso, e couberam-lhe reluzentes peças de ouro.
 
    A fonte da Granja situada a cerca de 2 Km a NNE da povoação compreendia em tempos uma cavidade ou uma pequena gruta, hoje chamada Fonte da Moira. Reza a lenda que nessa gruta habitou outrora uma moira encantada. Pelas manhãs de S. João foi algumas vezes surpreendida a pentear as suas longas e sedosas madeixas cor de ouro.

Fonte Biblio S/A, . Algumas Lendas da Região de Alcobaça (Dossier de Informação Turística) Alcobaça, Câmara Municipal de Alcobaça, 2000 , p.9

Place of collection Turquel, ALCOBAÇA, LEIRIA

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications