Lobisomens

APL 1173

Diziam que antigamente existiam lobisomens e que todas as noites de lua cheia corriam sete freguesias. Também passava na minha terra (Vale Grande). Uma noite vinha lá por um monte abaixo a fazer muito barulho. As pessoas ouviam-no e fechavam-se em casa. Começava a bater e a arrancar as portas mas depois desistia. Uma noite esperaram-no e picaram-no com uma agulha e nunca mais se transformou em lobisomem. Dizem que ele ainda é vivo.

Fonte Biblio MOURA, José Carlos Duarte Histórias e Superstições na Beira Baixa Castelo Branco, RVJ editores, 2008 , p.22-23

Place of collection-, PAMPILHOSA DA SERRA, COIMBRA

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications