“Luz da carniceira”

APL 2096

Então da luz da carniceira, sempre ouvi falarem meus pais que havia uma luz que aparecia muito às pessoas. Havia uma ribeira, que à noite os rapazes iam para o baile, quando vinham na ponte viam uma luz. Eles todos cheios de medo, tinham medo de atravessar, ela (luz) passava para o outro lado e ia-os acompanhando sempre ao longo da sua viagem e muitos tinham medo, mas houve alguém que lhes contou que ela não fazia mal, não se constou que ela fizesse mal a alguém.

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2006

Place of collection Ferreira Do Alentejo, FERREIRA DO ALENTEJO, BEJA

ColectorJoana Caetano (F)

InformanteMaria de Lurdes Penedo (F), 62 y.o., born at Ferreira Do Alentejo (FERREIRA DO ALENTEJO) BEJA,

Narrativa

When XX Century,

CrençaSome Scepticism

Classifications