Merceana

APL 314

Aquando das invasões napoleónicas, um regimento de soldados franceses passou por uma pequena aldeia. Um dos soldados estava com sede e pediu um pouco de água a uma rapariga da qual ficou a saber o nome: Ana. Quando partiu, dirigiu-lhe a palavra dizendo:
 - Merci, Ana.
 Essa pequena aldeia, por onde passou o regimento napoleónico, passou a ter o nome de Merceana, devendo-se à frase do soldado francês.

Fonte Biblio MORGADO, Isabel Viagens ao Imaginário Torres Vedras, Centro de Formação das Escolas de Torres Vedras, 1999 , p.34

Place of collection-, TORRES VEDRAS, LISBOA

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications