Merujal

APL 3321

Em frente da villa, na margem opposta do rio Mondego, está a quinta que foi dos
Vahía, e junto a ella a ermida de Santa Leocadia, virgem (ou mais verdadeiramente
a Nossa Senhora da Graça) tão antiga, que é tradição, fôra parochia.
N’esta ermida é venerada uma imagem da Santissima Virgem, sob a invocação de Nossa Senhora da Graça. Segundo a tradição, a sua origem foi a seguinte:
Junto a este sitio appareceu uma imagem de Santa Leocadia, sobre um monte de pedras soltas. Foi levada para a egreja matriz e a collocaram no altar; mas, no dia seguinte desappareceu d’alli, e foi achada sobre o mesmo monte de pedras onde tinha apparecido. Segunda vez a levaram para a egreja, e tornou a fugir para as pedras.
Então, um individuo que estava presente, mandou revolver o monte de pedras, e debaixo d’elle achou uma imagem de Nossa Senhora da Graça, que levaram para a egreja, juntamente com a de Santa Leocádia; mas, pouco depois, lhe construiram uma ermida, no sitio da apparição, e alli collocaram as duas imagens, que foram por muitos anos objecto da particular devoção dos povos d’estes sítios.

Fonte Biblio PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.Tomo V, pp. 195-196

Place of collection-, AROUCA, AVEIRO

Narrativa

When XIX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications