Monte (Nossa Senhora do)

APL 3331

Segundo a lenda, [um]a imagem da Senhora appareceu sobre uma gésteira (a que aqui dão o nome de escôva) a uma pastorinha de poucos annos.
    A povoação e a egreja matriz, distava um kilometro do sitio onde foi achada a Santa imagem. A pastorinha deu parte do apparecimento aos povos da aldeia, que todos correram ao monte, e levaram a Senhora em procissão para a egreja; mas na manhan seguinte havia desapparecido, e foi achada no logar onde a primeira vez tinha sido vista.
Resolveram então edificar-lhe um templo n’aquelle monte, ficando o altar-mór sobre a mesma escôva (gésteira.)
    Como a parochia ficou com dois templos, se chamou de Duas-Egrejas; e sendo o santuario mais vasto e magestoso do que a antiga matriz, se veio a mudar para elle a séde da parochia.
    Em uma parede, junto ao altar-mór, se vê ainda hoje pintada uma pastorinha, em memoria d’aquella a quem a Senhora appareceu.

Fonte Biblio PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.Tomo V, p. 459

Place of collection Duas Igrejas, MIRANDA DO DOURO, BRAGANÇA

Narrativa

When XIX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications