Mourilhões

APL 3338

Diz-se que D. Bermudo II (o Gotoso), rei de Leão, lhe dera o nome de Mourilhões, quando, em 985, aqui teve uma grande batalha contra Almançor, rei de Córdova, que foi vencido. Depois, ajudado, D. Bermudo, pelo bravissimo portuguez, D. Forjaz Vermuiz (tronco dos condes da Feira) e pelos outros reis christãos, de Hespanha, alcançou Almançor, junto á cidade de Osma, no vale de Alcautanazôr (ou Calatanazôr) e o derrotou completamente, ficando o rei mouro ferido mortalmente.

É tradição que, vendo D. Bermudo fugir Almançor, na primeira d’estas batalhas, dissera – «Mouro longe» – e ficou este nome á povoação que já alli havia; corrompendo- se depois a palavra em Mourilhões.

Fonte Biblio PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.Tomo V, pp. 579-580

Place of collection Arcos De Valdevez (São Paio), ARCOS DE VALDEVEZ, VIANA DO CASTELO

Narrativa

When X Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications