No Sítio da Mortilheira

APL 2261

No sítio da Môrtilhêra, a um quilómetro a N. O. de Mértola, passou uma vez um homem e viu uma cobra, da cinta para cima mulher (moira encantada), e esta ofereceu-lhe figos secos num capacho. O homem tomou, a medo, alguns e levou-os. Quando chegou a casa iam transformados em moedas de oiro. A esposa ralhou com ele por não ter trazido mais. O homem saiu, passou pela cobra e disse-lhe que ia ao campo, porque se tinha esquecido duma coisa. — «Não te esqueceste, não! O que tu querias era mais figos, mas já não há! Leva, porém, daqui qualquer coisa.» Estava costurando, O homem tirou do açafate uma tesourinha com cabos de ouro e pedras, e ao chegar a uma ladeira caiu, espetou a tesoura no peito e morreu.

Fonte Biblio VASCONCELLOS, J. Leite de Contos Populares e Lendas II Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , p.749-750

Ano1897

Place of collection Mértola, MÉRTOLA, BEJA

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications