O bebé e a cobra

APL 3085

Um dia uma senhora que tinha um bebé de colo andava a ceifar o pão no lugar das Canadas, termo de Mogo de Malta, perto da Cabreira.
Como esse lugar ficava muito longe da povoação e, quando eram trabalhos mais demorados, arranjavam uma cabana e ficavam lá o tempo que fosse preciso para acabar o serviço e também com interesse de começarem de manhã a trabalhar mais cedo.
Uma das muitas noites estava a dita senhora deitada a dar de mamar ao seu filho, quando, de repente, deu pela conta que quem mamava não era o seu bebé mas sim uma grande cobra e esta para que a criança não chorasse metia-lhe o rabo na boca.
Foi a partir daí que a mãe descobriu porque o seu filho se encontrava tão magrinho e doente.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre Património Imaterial do Douro (Narrações Orais), Vol. 2 Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2010 , p.186

Ano2004

Place of collection Mogo De Malta, CARRAZEDA DE ANSIÃES, BRAGANÇA

InformanteOlívia dos Anjos Ramos (F), 56 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications