O burro do Ti Elias

APL 1113

O Ti Elias contou uma vez que ali no Lugar Canhoto qu’ ia um homem com um burro, c’uma carga, e a carga caiu-lhe e tava um homem sintado. E ele qu’ se viu aflito e qu’ num era capaz de carregar o burro sozinho e então pediu àquele home qu’o ajudasse. O home vei e ajudou-o.
 Ele, ao passarem as cordas (como se fazia nas cargas antigamente) notou qu’ ele tinha as mãos muito frias e disse:
 - Qu’ raio, o senhor tem as mãos tão frias!
 - Eu ajudei-o porque disse "por amor de Deus ajude-me", mas prá outra vez, quim vai, vai, quim stá, stá.

Fonte Biblio HENRIQUES, Francisco Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , p.277

Ano1990

Place of collection-, MAÇÃO, SANTARÉM

ColectorFrancisco Henriques (M)

InformanteMaria de Lurdes Pereira (F), - (MAÇÃO) SANTARÉM,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications