O Cadela Branca

APL 1084

Um homem de nome Cadela Branca era lobisomem e passava quase todos os dias pela povoação de Capela. Um dia outro homem desta povoação espreitou-o e sabendo-o lobisomem picou-o com uma aguilhada quebrando-lhe a sina. Ao fim, disse-lhe o homem que tinha acabado de perder os dotes de lobisomem:
 - Tiveste sorte que eu não estava em roupa branca senão matava-te.
 E foi-se embora. Dai a uns dias apareceu lá em casa com um burro carregado de pão para lhe oferecer, como reconhecimento pelo que lhe fizera. E disse-lhe que enquanto lobisomem, o que mais lhe custava era subir a Serra quando se transformava em porco gordo.

Fonte Biblio HENRIQUES, Francisco Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , p.106

Ano1984

Place of collection-, MAÇÃO, SANTARÉM

ColectorMaria dos Anjos Henriques (F)

InformanteMaria de Lurdes Pereira (F), - (MAÇÃO) SANTARÉM,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications