O calhau do perigo

APL 352

Há muito tempo atrás, nos montes da Pedra Cuba, no lugar das Moiras, andavam os pastores, com os animais a pastar, ovelhas, cabras e vacas.
 De repente o céu começou a escurecer e largou a trovejar.
 Os pastores abrigaram-se debaixo de um enorme calhau, a rezar, mas alguns deles puseram-se em cima do calhau, a fazer pouco da trovoada.
 Nisto uma enorme faísca caiu em cima do calhau e abriu uma grande fenda. Os pastores que estavam em cima do calhau, a fazer pouco, morreram instantaneamente; os que estavam em baixo, a rezar, salvaram-se todos.
 Ainda hoje lá está o calhau, rachado ao meio e a população do lugar de Goja, freguesia de Vila Maior, pôs-lhe o nome de Calhau do Perigo, porque o povo chama perigos às faíscas.

Fonte Biblio PINHO, Isabel Contos e Lendas da Serra Nostra S. Pedro do Sul, Câmara Municipal de S. Pedro do Sul, 1998 , p.13-14

Place of collection Vilar Maior, SÃO PEDRO DO SUL, VISEU

InformanteFátima Monteiro (F),

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications