O Cometa de 1910

APL 2223

Em Alvações do Corgo o povo andava aterrado, porque dizia que o cometa era um homem muito alto e muito mau, com as barbas (= cauda) muito grandes, que tinha devorado a mulher e os filhos e vinha agora devorar-nos todos.
 Em Baião, explicavam que a cometa era uma mulher, que tinha comido os filhos e, como não tinha nem céu nem inferno, andava errante pelo ar e deixava cair objectos cortantes, como facas, machados, picaretas, para matar os homens.

Fonte Biblio VASCONCELLOS, J. Leite de Contos Populares e Lendas II Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , p.605

Place of collection Alvações Do Corgo, SANTA MARTA DE PENAGUIÃO, VILA REAL

Narrativa

When1910

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications