[O Degredado de Ledão]

APL 2249

Em Ledão, lugarejo nas faldas de Mantel, havia certa pedra jeitosa que os lavradores costumavam pôr nas grades, quando andavam a gradar.
 Uma vez um homem de cá foi degredado para a Moirama, e um moiro disse-lhe que, se ele lhe prometesse fazer uma coisa que lhe pedia, o punha em Portugal. O homem prometeu, e o moiro disse-lhe que viesse procurar aquela pedra, que lhe cortasse um bocado e o metesse no bolso, e deitasse o resto ao Rio Douro. Depois, por encanto, o moiro apresentou o homem em Portugal, e este cumpriu o prometido. Ao deitar a pedra ao rio, ela fez-se numa bola de oiro e dava muitos saltos à tona de água e desapareceu, levada para a Moirama. O homem queria agarrá-la, mas já não pôde. O pedaço que tinha no bolso estava também transformado em oiro.

Fonte Biblio VASCONCELLOS, J. Leite de Contos Populares e Lendas II Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , p.734

Place of collection-, BAIÃO, PORTO

InformanteElias (M), - (BAIÃO) PORTO,

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications