O homem-cavalo

APL 355

Era uma vez um homem que sabia que, à meia-noite de todas as noites de lua cheia, se transformava num cavalo e esse bicho tinha que correr sete freguesias, numa noite só, enquanto não fizesse isso não sossegava.
 Um dia, na rua, disse que se houvesse alguém que picasse o bicho com um aguilhão, essa pessoa, quando morresse, havia de se salvar.
 Certa noite, um homem lá da terra, que se dizia que tinha muitos pecados, pôs-se em cima de um muro alto, onde sabia que o homem transformado em cavalo ia passar e, quando o viu deu-lhe uma grande espetadela com uma aguilhada dos bois. O desgraçado destransformou-se de cavalo para homem e disse bem alto:
 -Abençoada a pessoa que me tirou este fadário! Oxalá se salve na hora da morte!

Fonte Biblio PINHO, Isabel Contos e Lendas da Serra Nostra S. Pedro do Sul, Câmara Municipal de S. Pedro do Sul, 1998 , p.15

Place of collection-, SÃO PEDRO DO SUL, VISEU

InformanteMaria dos Anjos (F),

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications