[O menino e o ferro Bacelar]

APL 3162

Conta-se que Nossa Senhora apareceu no Alto de São Cristóvão a um menino que andava com o gado. Queria que lhe construíssem uma capela. Então mandou-lhe pegar num ferro bacelar, dizendo:
— Atira com este ferro e onde ele for cair, que me construam uma capela!
O menino atirou com o ferro e ele veio cair aqui ao cabeço. Claro que só podia ser por milagre, pois o ferro é bem pesado e o menino mal podia com ele. Ora o povo, como soube daquele milagre, construiu então uma capelinha, mas muito pobrezinha. Até lá iam meter os gados.
Passados tempos, Nossa Senhora voltou a aparecer, mas agora a uma menina chamada Maria Trigo, pedindo que lhe construíssem uma capela a sério, e então fez um novo milagre. Mandou que a menina fosse, diante de todo o povo, com uma vela acesa numa noite de muito vento a correr a aldeia inteira. Todas as ruas. A menina assim fez e a vela não se apagou. O povo, desde então, tudo fez para que fosse construída uma capela em condições, que substituiu a anterior.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre Património Imaterial do Douro (Narrações Orais), Vol. 2 Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2010 , p.281

Place of collection Vilas Boas, VILA FLOR, BRAGANÇA

InformanteMaria de Lurdes Dionísio Ala (F), 61 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications