O mestre da música e as bruxas

APL 3105

Um senhor do Castanheiro vinha ensinar música aqui a uns rapazes ao Pombal durante o serão. Depois, montava no cavalo e ia embora, ia por aquela calçada que há ali e que vai ter ao rio, chamam-lhe a calçada romana.
E numa ocasião, diz que umas poucas de galinhas começaram a dançar, a saltar e a esvoaçar na frente do cavalo para lho fazerem espantar. E foram assim até à ponte de Paradela, sempre a dançar. Ele bem viu logo que não eram galinhas normais, de capoeiro... Até que às tantas desceu do cavalo e, com o cavalo, começou a enxotá-las e a querer atropelá-las. E uma caiu da ponte abaixo.
Então no dia seguinte, dizem, apareceu uma mulher toda ferida aqui no povo. Diz que morava ali naquela casinha. Diziam-lhe:
— Ó senhora Zulmira, o que é que tem?
E ela então diz que dizia que caíra no portão quando ia tratar das pitas. E que assim se magoou. Mas as pessoas bem sabiam que não. Toda a gente dizia que ela era mesmo bruxa.
Contava-se que, quando estão para morrer, para passarem o fado às outras, basta apertar-lhe a mão. E então a minha avó, diz que a foi lá ver e que ela dizia assim:
— Ai senhora Amélia, tenho tanta febre! Ora veja a minha mão!
E a minha avó dizia:
— Ai pois tem, tem! Mas recolha a mão pois pode-se constipar!
E não lhe pegava na mão.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre Património Imaterial do Douro (Narrações Orais), Vol. 2 Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2010 , p.205

Ano2010

Place of collection Pombal, CARRAZEDA DE ANSIÃES, BRAGANÇA

InformanteFlora do Sacramento Teixeira (F), 80 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications

MotivosTh [G275.12.] Witch in the form of an animal is injured or killed as a
Th [G211.] Witch in animal form.

TypesChristiansen 3055 The Witch that was Hurt