O milagre de Nossa Senhora das Relíquias (Versão 2)

APL 2082

Havia um casal que vivia no monte dos Alfaiates. Viviam muito mal, e eram pessoas muito pobres, que tinham como ganha-pão pastorear o gado. Esse casal tinha uma filha que se chamava Maria; a Maria todos os dias ia pastorear o gado para o monte da várzea. Naquele dia a mãe chamou-a e disse-lhe:

-Maria vai, vai com o gado para o campo. E ela disse:

-mãe como é que eu posso ir se estou cheia de fome? Tem que me dar um bocadinho de pão.

-Oh filha, mas a mãe não tem farinha, vou à procura de farinha e talvez quando tu venhas já tenha amassado e pão para te dar. Mas vai agora andando com o gado, por favor.
 A menina foi, foi pastorear o gado. Mas a fome já era tanta, tanta, tanta, que começou a chorar com fome e triste porque não tinha comer. Entretanto sentiu atrás dela numa árvore que nesta zona se chama zambujeiro, sentiu alguma coisa de estranho, voltou-se e viu Nossa Senhora. Nossa Senhora, uma Senhora com um manto que brilhava em cima do zambujeiro e disse-lhe:

-não chores Maria, porque choras tanto?

-Oh Senhora, choro porque queria pão e a minha mãe não tem pão para me dar.

-Escuta vai lá a casa que eu tomo conta do gado. Vai! Vai! E vais ver que está uma arca cheia de pão.

-Mas como pode ser senhora, se quando eu saí de casa a minha mãe nem farinha tinha?!

-Mas vai! Vai! Acredita em mim que tomo-te conta do gado, vai Maria! Vai!

E a menina foi. Chegou a casa e disse à mãe:

-mãe em cima do zambujeiro esta uma senhora que brilha e diz que temos uma arca cheia de pão.

-Oh filha não pode ser, como é que isso pode ser? Então se eu nem farinha ainda tenho. Mas vamos ver, a senhora diz que sim, que está uma arca cheia de pão.

E a mãe foi, e abriu a arca. E realmente conta a lenda que a arca se encontrava cheia de pão. A mãe estupefacta, muito admirada e a menina também, foram chamar os vizinhos e distribuíram o pão que havia naquela arca por todos os vizinhos. Comeram e voltaram com a menina ao campo para verem a dita senhora que brilhava em cima do zambujeiro. Viram-na, viram-na, e diz a tradição popular que o manto resplandecia em cima do zambujeiro. Todos tomaram como milagre o facto de o pão aparecer na arca quando antes lá não havia nenhum e cada pessoa, levou então um raminho daquele zambujeiro como relíquia. Daí o nome de Nossa Senhora das Relíquias!

Fonte Biblio AA. VV., - Arquivo do CEAO (Recolhas Inéditas) Faro, n/a,

Ano2006

Place of collection Vidigueira, VIDIGUEIRA, BEJA

ColectorMargarida Tasquinha (F)

InformanteMaria Janeiro (F), 50 y.o., Vidigueira (VIDIGUEIRA) BEJA,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications