[O mouro e a boieira]

APL 3749

No sítio chamado Fornos, termo de Algoso [concelho de Vimioso], há uma fonte aonde vive um mouro encantado que, certo dia, apareceu a uma boieira prometendo-lhe imensas riquezas se o desencantasse. Para isso bastava que se não assustasse quando ele lhe aparecesse à hora aprazada em figura de touro bravo, em jeito de querer escorná-la, ou de serpente a trepar por ela acima para a beijar. A rapariga prometeu, mas fugiu quando da investida da serpente, e o mouro desapareceu, lastimando-se dolente:
    — Ai que me dobraste o encanto!

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , p.366

Ano1968

Place of collection Algoso, VIMIOSO, BRAGANÇA

ColectorFrancisco Alves (M)

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications