[O Nome de Loulé]

APL 3784

Segundo uma lenda muito autorizada, que, de idade remota, corre nesta vila, o nome actual foi-lhe dado aí pelos anos 1045 da nossa era. Diz-se que em uma das correrias empreendidas, em terras de mouros do Al-Faghar, por D. Fernando I, rei de Leão, cognominado o Grande, chegou ele, à frente dos soldados, muito próximo do Castelo de Loulé. Então levantou-se entre os seus cabos de guerra, que o rodeavam, discussão acerca do nome da árvore, que, de longe, avistaram sobre o castelo. Uns diziam que era uma alfarrobeira, outros um choupo, outros o álamo, alguns o aloendro, e outros um loureiro.
    — Laurus é, disse o monarca, entrando na discussão e pondo-lhe ponto final.
    E desse momento em diante foi esta vila conhecida entre os cristãos pela vila de Lauroé, e mais tarde, Loulé.
    Disse acima ser autorizada esta lenda, pois que as armas da vila são figuradas num castelo e sobre ele um loureiro.

Fonte Biblio OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde As Mouras Encantadas e os Encantamentos do Algarve Loulé, Notícias de Loulé, 1996 [1898] , p.53, cap. I

Place of collection-, LOULÉ, FARO

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications