[O Serro de Penhas Juntas]

APL 3760

O Serro de Penhas Juntas, dois quilómetros distante do povo, concelho de Vinhais, é constituído por um enorme penhasco de três quilómetros aproximadamente de comprimento, que segue em linha recta para o rio Tuela, distante quatro quilómetros. Está cheio de enormes e compridas galerias para exploração de minério, que demonstram insano labor e grandes e ricos Mães. Em volta dos fragueiros, e principalmente no Múrio, aparecem pedaços de mós manuais, restos de casas sem cimento, fossos, muralhas de pedra solta e recintos fortificados, cobertos de pedras de metro enterradas no solo com a ponta para cima, à maneira de estrepes, dispostas com tal arte que, mesmo a pé, dificilmente se anda por entre elas. (...).
    A lenda diz que os trabalhos do Serro foram feitos pelos mouros, comunicando as galerias com o rio Tuela, e que há grandes tesouros guardados pelo diabo, que às vezes sai aos pastores em forma de touro preto.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , p.376-377

Ano1934

Place of collection Vinhais, VINHAIS, BRAGANÇA

ColectorFrancisco Alves (M)

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications