O tesouro dos mouros da Freixeda

APL 3621

Há em Freixeda, concelho de Mirandela, um monte com uma fraga, onde dizem que se ouve chorar uma menina nas noites de lua cheia, ao mesmo tento que penteia os seus cabelos com um pente de ouro fino.
    Nesse sítio havia antigamente umas minas de ouro, que eram exploradas pelos mouros. Por isso eles tinham muito ouro. E quando se deu a tomada da Península pelos cristãos, esconderam-no todo num poço que existe na dita fraga, com intenção de voltarem mais tarde para o levarem.
    Diz-se também que deixaram ainda no local um soldado com a família para montar guarda ao tesouro, mas como os cristãos eram em maior número, o soldado e a família foram mortos, ficando só a donzela moura que se escondeu no poço, onde está encantada, e só aparece em certas ocasiões para chorar a sua triste sorte.
    Esta menina transforma-se numa feia serpente que durante o dia descansa na entrada do poço. E para lhe quebrar este encanto era preciso ir lá beijar a serpente, só que ninguém ainda teve coragem para tanto.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre A Mitologia dos Mouros: Lendas, Mitos, Serpentes, Tesouros Vila Nova de Gaia, Gailivro, 2006 , p.275

Ano1999

Place of collection Freixeda, MIRANDELA, BRAGANÇA

InformanteMabilde da Conceição Afonso (F), 47 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications