[Os borborinhos]

APL 2919

Os borborinhos viam-se muito antigamente, mas, desde que se começou a fazer a cruzada, já não se vêem tanto. Diziam que eram mandados pelo demónio e pelas almas perdidas e, para afastarmos isso de nós, invocamos os santos nomes: «Jesus, Credo, Santísssimo Sacramento.» E poem-se os dedos em cruz. Havia pessoas que chamavam a isso chinelo velho. Mas quem o visse lhe chamava desse nome, vinha o borborinho à sua beira e dava-lhe uma bobetada.

Fonte Biblio SALVADO, Maria Adelaide Neto Remoínhos, Ventos e Tempos da Beira s/l, Band, 2000 , p.40

Ano1994

Place of collection Paul, COVILHÃ, CASTELO BRANCO

ColectorPaula Cristina dos Santos (F)

InformanteCarolina Antunes Carvalho (F), 77 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications