[Os borborinhos]

APL 2905

Os borborinhos! Eu não sei o que os origina. Só sei que são coisas do diabo, porque, se lhe atirares uma pedra e não te persinares, a pedra vai-te à cabeça.
O meu pai fazia pouco dos borborinhos, e dizia que não tinha medo. Um dia, quando lá andava a trabalhar no campo ele e os outros, deixaram as merendas debaixo de uma oliveira. E o borborinho chegou lá, levantou o cabaz no ar e aventou-lhe tudo para o chão. Só à merenda do meu pai. Se ele não fizesse uma cruz aquilo não passava.”.

Fonte Biblio SALVADO, Maria Adelaide Neto Remoínhos, Ventos e Tempos da Beira s/l, Band, 2000 , p.23

Ano1991

Place of collection São Vicente Da Beira, CASTELO BRANCO, CASTELO BRANCO

ColectorAdélia Teodora dos Santos (F)

InformanteTeresa de Jesus Marques (F), 56 y.o.,

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications