Os Dois Sacos

APL 1885

Uns rapazes guardavam bezerros, que pastavam. A um deles, que andava mais afastado, apareceu um homem com dois sacos atados. Pediu-lhe que os desatasse com os dentes. Insistiu para que ele os desatasse depressa. O rapaz olhou-o e viu que lhe saíam chamas da boca. Fugiu e foi chamar companheiros, que acudiram e já não chegaram a ver nada.

Fonte Biblio VASCONCELLOS, J. Leite de Contos Populares e Lendas I Coimbra, por ordem da universidade, 1963 , p.397

Place of collection Mexilhoeira Grande, PORTIMÃO, FARO

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications