[Os Figos de Oiro]

APL 1765

Em certa ocasião, passando uma lavadeira no sítio da Horta abaixo e se dirigia para as Fontaínhas encontrou naquele sítio uma esteira de figos a secar.
 Muito admirada por ver os figos a secar já fora do tempo próprio, tirou alguns que guardou no bolso.
 Chegando às Fontaínhas e sentindo apetite, tirou dos bolsos os figos mas encontrou-os transformados em peças de ouro. Ficou arrependidíssima de não ter apanhado mais e voltou nessa esperança ao lugar da esteira. Nada já encontrou, ouvindo uma voz que dizia: Aproveitasses que a fortuna era para ti.

Fonte Biblio OLIVEIRA, Francisco Xavier d'Ataíde Monografia de Estômbar Faro, Algarve em Foco, 1987 [1911] , p.174

Place of collection Estômbar, LAGOA, FARO

Narrativa

When XX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications