Os Franceses em Vale Formoso

APL 2984

A primeira invasão dos franceses entrou no Sardoal em 23 de Novembro de 1807, esta entrada provocou o pânico nas populações, pois era conhecida a maneira como os soldados franceses tratavam as pessoas.
Assim que no Vale Formoso se começou a ouvir falar da aproximação dos franceses, a população resolveu tomar algumas precauções. Cozeram pão e arranjaram o conduto que puderam, assim como água e algum vinho e fugiram para a Serra da Lomba, para se esconderem, pois tinham ouvido dizer que os franceses não poupavam nada, o que não comiam ou bebiam estragavam, e, além disso, também corria a fama que não eram nada cavalheiros com as mulheres.
Deste modo, os habitantes de Vale Formoso esconderam-se na Serra e ali permaneceram durante alguns dias. No entanto, ao fim de algum tempo, os mantimentos estavam quase a chegar ao fim e era tempo de ver se os franceses já tinham passado. Foi então que mandaram um homem para ver se o caminho estava livre e se a população já podia regressar. O homem, logo ao chegar junto das primeiras casas ouviu um barulho e julgando serem os franceses, voltou para trás apavorado, informando os outros que os franceses ainda ali se encontravam. Esperaram mais uns dias (não se sabe quantos) e, mais uma vez, mandaram um homem à frente para averiguar a situação. Este, não vendo qualquer sinal da presença francesa, mandou avançar a população.
Chegaram os habitantes às suas casas e entrando naquela de onde vinha o barulho que o homem ouviu da primeira vez que veio à aldeia, encontraram um porco morto dentro de uma talha de milho. Daí presume-se que o barulho ouvido, e que tanto assustou o homem, foi o do porco a comer milho, dentro da talha.

Fonte Biblio JANA, Isilda Histórias à Lareira Abrantes, Palha de Abrantes, 1997 , p.65

Ano1990

Place of collection Alcaravela, SARDOAL, SANTARÉM

Narrativa

When XIX Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications