Os pescadores e a boneca

APL 983

Contam os velhos que no dia 27 de Fevereiro de 1892 – dia de uma grande tragédia marítima, em que morreram cento e tal poveiros – os pescadores de um barco, ao efectuarem a faina em alto mar, juraram ter visto uma boneca muito bem vestida nas águas profundas.
Ficaram assustados com o que viram e alguns começaram mesmo a gritar. Até que um deles apareceu com a boneca na mão, depois de a ter conseguido tirar das águas com a rede, gozando e rindo com o medo dos outros. Farto da brincadeira, acabou por lançar a tal boneca ao mar. Mas de repente, o pescador começou a gritar desesperadamente perante o espanto de todos. O pobre desgraçado, que apenas queria pregar uma partida aos seus colegas, nunca mais foi o mesmo. O braço que tocou na boneca ficou com a pele toda enrugada.

Fonte Biblio AA. VV., - Literatura Portuguesa de Tradição Oral s/l, Projecto Vercial - Univ. Trás -os-Montes e Alto Douro, 2003 , p.CE5

Ano2002

Place of collection Póvoa De Varzim, PÓVOA DE VARZIM, PORTO

ColectorJorge Miguel Teixeira Marques (M)

InformanteJosé Teixeira (M), 76 y.o., Póvoa De Varzim (PÓVOA DE VARZIM) PORTO,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications