Ponte do Rol

APL 315

Reza a lenda que os habitantes de uma pequena aldeia ansiavam por uma ponte que lhes permitisse atravessar o rio que ali passava, hoje conhecido como Rio Sizandro, e que impedia que os aldeões pudessem cultivar os terrenos situados na outra margem.
 Um dia, tiveram a notícia que o rei visitaria rica vila de Torres Vedras e os seus arredores para se inteirar das necessidades do seu povo.
 Formaram, então, uma comissão para apresentarem ao rei a sua petição sobre a ponte que tanto desejavam.
 À passagem do cortejo real, os habitantes da aldeia, pediram a sua majestade permissão para apresentarem o seu pedido.
 Depois de ouvir atentamente, o rei virou-se para o seu primeiro-ministro e disse-lhe:
 - Colocai este pedido no rol.
 A partir daí, aquela aldeia passou a ser conhecida como Ponte do Rol.

Fonte Biblio MORGADO, Isabel Viagens ao Imaginário Torres Vedras, Centro de Formação das Escolas de Torres Vedras, 1999 , p.34-35

Place of collection Ponte Do Rol, TORRES VEDRAS, LISBOA

InformanteSérgio Simões (M), 53 y.o.,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications