Por baixo de toda a folha

APL 1093

No tempo em que ainda havia bruxas. Sim, porque agora já as não há, é que os fios eléctricos acabaram com elas. Bruxa que tocasse em fio eléctrico, era uma vez bruxa.
 Nesse tempo também os sapateiros iam de casa em casa, consertar o calçado da família. Porque agora, como sabem, já não vão.
 Assim, estando o sapateiro a trabalhar por conta de uma viúva e não se livrando ela da fama de bruxa, todo ele era curiosidade. Seguia-a com os olhos para todos os cantos da pequena casa. Em cada gesto ou expressão interrogava-se se não seriam aquelas palavras ou atitudes a chave do segredo.
 Já em pleno serão, esgueirou-se a mulher para a outra divisão. É agora, pensou logo o sapateiro. Nervoso, esperou um pouco e como não voltava, parou o trabalho e vá de espreitar a patroa.
 Estava nua no quarto e besuntada da cabeça aos pés. Medroso, o sapateiro pensou fugir mas estava pregado àquela imagem, àquele corpo reluzente, e nisto disse a mulher:
 - Voa, voa por cima de toda a folha.
 E desapareceu.
 Deixou o pobre homem ainda mais curioso, mais intrigado e nervoso.
 Entretanto, durou este estado um só momento, depois, como que revestido de uma coragem que desconhecia em si, despiu-se, besuntou-se também com o linimento que a patroa usara e disse:
 -Voa voa por baixo de toda a folha.
 O que ele foi dizer! Voar voava ele porque não levava os pés no chão, mas era por debaixo das árvores e arbustos. Enganara-se no dito e agora ali estava cheio de arranhões, ensanguentado, a presenciar o arraial das bruxas, onde estavam todas nuas uns metros mais à frente.
 O acesso ao arraial era controlado pelo Diabo, que com o rabo de fora o dava a beijar a cada uma que chegava. Perdido por cem, perdido por mil, o sapateiro entrou e então, como se todas estivessem à espera dele, fizeram-lhe uma grande festa e no baile só queriam dançar com o sapateiro.

Fonte Biblio HENRIQUES, Francisco Contos Populares e Lendas dos Cortelhões e dos Plingacheiros Vila Velha de Ródão, Associação de Estudos do Alto Tejo, 2001 , p.114-115

Place of collection-, PROENÇA-A-NOVA, CASTELO BRANCO

ColectorFrancisco Henriques (M)

InformanteLuis Henriques (M), - (PROENÇA-A-NOVA) CASTELO BRANCO,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications

TypesBoggs *746 Girl imitate witch and fly