[Pragas de formigas e de cobras]

APL 3071

Há também quem explique a origem de Beira Grande com as pragas de formigas e de cobras que fizeram fugir os moradores de povoações vizinhas. Diz-se que as pessoas iam assistir à missa ao castelo [de Ansiães], deixando os filhos nos berços, e que, no regresso, iam encontrá-los cheios de formigas e com cobras enroladas no corpo. Por isso mudaram-se.

Fonte Biblio PARAFITA, Alexandre Património Imaterial do Douro (Narrações Orais), Vol. 2 Peso da Régua, Fundação Museu do Douro, 2010 , p.166

Place of collection Beira Grande, CARRAZEDA DE ANSIÃES, BRAGANÇA

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications