Riba do Mouro

APL 3419

Segundo a tradição, era senhor de uma grande quinta n’esta ribeira, um mouro chamado Juzão. Perseguido pelos christãos, chegou ao sitio hoje chamado Ponte do Mouro, e alli saltou o rio a cavallo, promettendo a S. Thiago que, se o livrasse d’este perigo, se faria christão; e como escapou, se baptisou e fez christão.
    Diz-se que é d’este facto que a freguezia tomou o nome de Riba de Mouro.

Fonte Biblio PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.Tomo VIII, p. 170

Place of collection Riba De Mouro, MONÇÃO, VIANA DO CASTELO

Narrativa

When XII Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications