S. Pedro da Torre

APL 3434

Durante a guerra dos 27 annos, D. Vicente Gonzaga, vice-rei da Galliza, se apossou traiçoeiramente d’estes sitios, e para os conservar, mandou fazer sobre a margem do Minho um forte de terra e seixos rolados, que denominou de S. Luiz. Nós tambem fizemos dous fortes, no sitio da Gandara, um denominado de Belem, outro de S. Francisco.
[…]
    Segundo a tradição, em uns pantanos a E. do referido forte de S. Luiz, houve uma grande batalha, dada pelos portuguezes contra o tal D. Vicente Gonzaga, na qual os gallegos foram derrotados, sendo tanto o sangue que tingiu as aguas de um regato, confluente do ribeiro da Veiga de Mira, que lhe deu o nome de Rio Tinto, que ainda conserva. Na boca d’este regato é onde estava a barca de passagem, na qual fugiu para a Galliza, o Gonzaga, com os poucos dos seus que sobreviveram.

Fonte Biblio PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.Tomo IX, p. 13

Place of collection São Pedro Da Torre, VALENÇA, VIANA DO CASTELO

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications