Santa Comba

APL 2213

Na Serra de Santa Comba, ao pé de Franco, a alguma distância de Mirandela, havia uma rapariga no tempo dos Mouros. Um governador foi uma vez atrás dela, mas quando a rapariga chegou ao pé de um penedo, este abriu-se e só ficaram de foi os cabelos. O governador mandou em seguida deitar fogo à serra, e ainda hoje se conhece o vestígio do incêndio. Em memória edificou-se ali a capela de Santa Comba, que era o nome da rapariga.

Fonte Biblio VASCONCELLOS, J. Leite de Contos Populares e Lendas II Coimbra, por ordem da universidade, 1966 , p.548-549

Place of collection Franco, MIRANDELA, BRAGANÇA

Narrativa

When

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications