Santarem (O Milagre de Jesus Christo Crucificado)

APL 3432

No reinado de D. Diniz, um fidalgo de Santarem, namorou se de uma rapariga do campo, que conduzia muitas vezes o seu rebanho para as visinhanças de uma ermida, dedicada a Jesus Christo Crucificado.
    Não podendo elle seduzir a donzella por outro modo, lhe jurou perante a santa imagem da ermida, que casaria com ella; porem, depois do a haver seduzido, não cuidou em cumprir o seu sagrado juramento.
    Ella o demandou em juizo, porem elle negou obstinadamente que tivesse feito tal juramento. A seduzida, não tendo testemunhas nem outra esperança de ver reparada a sua falha por meio do casamento, se dirigiu a 11 de abril, com muita gente à ermida, e pediu ao Senhor que désse um signal da verdade do que elle allegava.
    O Senhor, despegou da cruz, um dos braços (que ainda assim está) […].
    Á vista de tal milagre, o seductor, convertido, casou com a pastora.

Fonte Biblio PINHO LEAL, Augusto Soares d'Azevedo Barbosa de Portugal Antigo e Moderno Lisboa, Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 2006 [1873] , p.Tomo VIII, pp. 484-485

Place of collection-, SANTARÉM, SANTARÉM

Narrativa

When XIII Century,

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications

MotivosTh [K1972.1.] Statue made to raise its arm