São Frutuoso (2)

APL 1708

Estaba o senhor padre a rezar a missa e São Frutuoso era o que ajudaba à missa e umas mulheres cá no fundo da igreja começaram a conbersar. Pegaram numa conbersa pegada e o Inimigo estaba no fundo da igreja ao pé dessas senhoras a escreber o que as senhoras diziam. Tanto escrebeu, tanto escrebeu, tanto escrebeu que até a pele esticou e o Inimigo caiu p’ra trás. São Frutuoso, em cima do altar, espeta uma gargalhada.
No fim da missa, o senhor abade disse:
- Ó Frutuoso, o que é que se passou? Começaste-te a rir no fim da missa…
- Sabe o que foi, senhor padre? Estabam umas mulheres a falar no fundo da igreja e o Inimigo estaba a assentar na pele o que elas estabam a dizer. Tanto escrebeu, tanto escrebeu, tanto escrebeu que caiu p’ra trás e eu achei piada.

Fonte Biblio AA. VV., - Literatura da tradição oral do concelho de Vila Real s/l, UTAD / Centro de Estudos de Letras (Projecto: Estudos de Produção Literária Transmontano-duriense),

Place of collection Constantim, VILA REAL, VILA REAL

InformanteMaria de Lurdes Barros Ledo (F), 75 y.o., Constantim (VILA REAL) VILA REAL,

Narrativa

When XX Century, 90s

CrençaUnsure / Uncommitted

Classifications